Advogado afirma que STF violou artigos do Regimento Interno

Advogado afirma que STF violou artigos do Regimento Interno

Ministro Dias Toffoli

O advogado, Bruno Dornelles, afirmou hoje (14/3) na conta do Twitter dele que o Supremo Tribunal Federal (STF) violou artigos do Regimento Interno e agiu de forma totalitária ao criar um inquérito para atos ocorridos fora das dependências do tribunal.

Segundo ele, o Supremo é um tribunal de exceção e deve ser contido por forças institucionais prezam pela verdadeira legalidade.

O Presidente do Supremo, Dias Toffoli, determinou abertura de inquérito para apurar ‘notícias fraudulentas, denunciações caluniosas, ameaças e infrações‘ que atinjam o STF, seus ministros e familiares.

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

10 Comentários

Clique aqui para comentar
  • A que ponto chegamos. Temos a Corte que deve zelar pelo cumprimento da Constituição Federal totalmente desmoralizada. Acredito que hoje seja a instituição vista com o maior desprezo pelo brasileiro. Está na hora de começarmos uma limpa neste tribunal.

  • Art. 43. Ocorrendo infração à lei penal na sede ou dependência do Tribunal,
    o Presidente instaurará inquérito, se envolver autoridade ou pessoa sujeita à sua
    jurisdição, ou delegará esta atribuição a outro Ministro.
    § 1º Nos demais casos, o Presidente poderá proceder na forma deste artigo ou
    requisitar a instauração de inquérito à autoridade competente.

    nao podia estar mais enganado. o paragrafo primeiro eh claro: *nos demais casos* o que abarca o “fora de suas dependencias”

  • 🇧🇷 Agora é com vc bolsonaro faça a intervenção nessa corte totalitária apátrida que traia o Brasil e seu povo. Nós brasileiros o apoiaremos.

  • Já está chegando o momento que realmente teremos que acionar aquele Cabo e aquele Soldado que o Eduardo Bolsonaro se referiu em palestra. Teremos que fechar o STF, queima-lo e salgar o terreno.

    Em tempo: essa Juristocrácia no Brasil tem data e lugar de nascimento. Em 1843, Julius Frank fundou a Bucha na faculdade de direito do Largo de São Francisco em São Paulo.

    O Terça Livre poderia fazer uma pesquisa sobre a Bucha e suas influências negativas em nosso processo como Nação.

    Ps.: a faceta filantrópica da Bucha sempre foi fachada, igual a trecos como o tal do Alana.

  • O Bolsonaro foi eleito devido às nossas manifestações, o povo o elegeu.
    Portanto, assim também deve ser com os ministros do STF. Porém, no caso deles nós devemos protestar contra a permanência desses indivíduos que pensam estar acima da lei.

    Vamos pra rua

  • Em resposta ao “LEANDRO”, isso não é uma questão de interpretação? Se relermos novamente o artigo podemos entender que trata-se de “demais casos” o que pode ser de outra natureza que não seja penal, ainda, dentro de sua sede ou dependência do tribunal e que pode ser feito por ele ou solicitado a outro que tenha competência. “Na forma deste artigo” ou seja “na sede ou dependência”???

você pode gostar também