CABO E PASTOR NELCIVAN FEITOSA É PRESO INJUSTAMENTE:Cabo da Polícia Militar é preso por insubordinação após publicar vídeos polêmicos na internet

Por G1 Tocantins

 


Cabo da PM foi preso após decisão da Justiça Militar — Foto: Arquivo PessoalCabo da PM foi preso após decisão da Justiça Militar — Foto: Arquivo Pessoal

Cabo da PM foi preso após decisão da Justiça Militar — Foto: Arquivo Pessoal

Foi preso na manhã desta quinta-feira (23) o cabo da Polícia Militar Nelcivan Costa Feitosa. O pastor Nelcivan, como é conhecido, teve a prisão decretada pela Justiça Militar após ser acusado de insubordinação e por manchar o nome da corporação. Ele está recolhido na sede do 1º BPM, em Palmas.

O militar é conhecido em Palmas por publicar vídeos polêmicos nas redes sociais. Em abril deste ano, por exemplo, a Justiça determinou que Nelcivan retirasse conteúdos de sua página no Facebook depois de pedido do governador Mauro Carlesse (PHS), que se sentiu ofendido com os comentários.

O pastor também se envolveu em outra polêmica ao pegar um radar móvel utilizado na fiscalização viária de Palmas e colocar o objeto no porta-malas do próprio carro.

Em 2018, o cabo da PM entrou em luta corporal com homens da guarda metropolitana de Palmas em um cruzamento da avenida Teotônio Segurado. A confusão ocorreu porque ele estaria gravando um vídeo sobre um acidente ocorrido no local.

O advogado Indiano Soares, que representa a Associação dos Praças Militares do Tocantins, afirmou que não há motivos para a prisão do militar, que está na reserva da PM, e vai entrar com um pedido de habeas corpus – liberdade – junto à Justiça Militar.

“A PM já tinha tentado prender antes, fazendo uma determinação para ele não sair de Palmas. Nós entramos com HC [habeas corpus] e foi deferido a liberdade dele ir e vir. Agora vamos propor um novo pedido e acredito que o juiz vai deferir porque não há motivo para essa prisão”, informou o advogado.

Antes de ser levado para a carceragem do 1º BPM o pastor gravou um vídeo na porta do IML de Palmas falando sobre a prisão. “Não matei ninguém, não roubei ninguém. Sou pastor, tenho endereço fixo e sou pai de família […] Eu não sou político, apenas um pastor e um cabo da Polícia Militar. Não entendo porque estão me prendendo hoje,” afirmou.

A Polícia Militar informou em nota que a prisão preventiva é prevista no Código de Processo Penal Militar e foi decretada pelo magistrado responsável quando atendidos os requisitos necessários. “Os crimes constantes na apuração do IPM [Inquérito Policial Militar] são de natureza militar, sendo crítica pública a ato de superior, desacato, difamação, desobediência e injúria”, pontua a PM.

O Código de processo Penal Militar é ultrapassado é de 1964 do tempo da ditadura e não atende a jurisprudência atual.

Na realidade a prisão é um capricho pessoal de MAURO CARLESSE que teve sua corrupção revelada e ficou medo de tanta exposição e mais uma vez usa a mordaça para calar a voz da sociedade.

Cabo e paswtor NELCIVAN é o único homem público sem mandato no BRASIL que cada vez que posta um video no FACEBOOK tem 80 mil acessos.

O homem mais ouvido nas redes sociais é Cabo NELCIVAN,por isso despertou inveja e perseguição por parte dos corruptos porque defendeu a Policia Civil contra a mordaça do Carlesse.

você pode gostar também