Com chances reais de se reeleger Vereador Juscelino tentará o sétimo mandato em Palmas

 vereador Jucelino Rodrigues  tentará reeleição para o 7º mandato

No pleito de 2016, dez parlamentares conseguiram ser reeleitos.


24/09/2020 09h40 – 

O vereador Jucelino Rodrigues (PTC), tentará ocupar o cargo pela sétima vez, terceira consecutiva

Com a possibilidade de infinitas reeleições aos cargos do Poder Legislativo brasileiro, tem vereador na Capital do Tocantins que disputará o 7º mandato, o que totalizará, caso seja reeleito novamente, 28 anos de permanência na Câmara Municipal de Palmas.

Nas eleições de 2016, dez vereadores foram reeleitos: Rogério Freitas (MDB), Professor Júnior Geo (PROS), Marilon Barbosa (DEM), Etinho Nordeste (DEM), Lúcio Campelo (MDB), Folha (Patriota), Major Negreiros (PSDB), Jucelino Rodrigues (PSDB), Milton Neris (PDT) e Gerson Alves (PSL).

Outros nove eram estreantes: Leo Barbosa (SD), Tiago Andrino (PSB), Filipe Martins (PSDB), Vanda Monteiro (PSL), Laudecy Coimbra (SD), Diogo Fernandes (MDB), Ivory de Lira (PCdoB), Filipe Fernandes (DEM) e Vandim da Cerâmica (PSC).

Fora da disputa

Para as eleições de 15 de novembro, já estão fora do páreo os vereadores Milton Neris [candidato a vice na chapa de Marcelo Lelis]; Gerson Alves [vice de Vanda Monteiro] e Tiago Andrino (PSB), que é candidato a prefeito.

Outros três vereadores da atual legislatura ainda não confirmaram se vão disputar a reeleição: Filipe Fernandes, Claudemir Portugal e Rogério Santos.

Terceiro mandato consecutivo

Sete vereadores vão buscar ao menos o terceiro mandato consecutivo na Câmara de Palmas: Rogério FreitasMarilon BarbosaEtinho NordesteLúcio CampeloFolhaMajor Negreiros e Jucelino Rodrigues.

Da atual legislatura, Juscelino é o parlamentar que tem o maior número de mandatos, seis ao todo, e tentará ser reeleito pela sétima vez.

Novos voos

Dos 19 vereadores eleitos na capital em 2016, quatro migraram para a Assembleia Legislativa dois anos depois: Júnior GeoLéo BarbosaVanda Monteiro e Ivory de Lira.

Suplentes

Na dança das cadeiras, assumiu o suplente Hélio Santana (PV) na vaga de Léo Barbosa, mas teve o mandato cassado por infidelidade partidária e a vaga foi ocupada por Erivelton Santos (PV).

Além deles, foram empossados os suplentes Moisemar Marinho (PDT), Pastor Rogério dos Santos (PRB) e Claudemi Portugal (PRP).

você pode gostar também