Concessões dos terminais rodoviários de Palmas e Gurupi são renovadas


Movimento na rodoviária de Palmas diminuiu após novo coronavírus surgir — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Movimento na rodoviária de Palmas diminuiu após novo coronavírus surgir — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A Agência Tocantinense de Regulação (ATR) informou que renovou por mais um ano os termos de concessão para a administração das rodoviária de Palmas e Araguaína. Na capital, a administração segue com a Loja Maçônica Luz Pioneira, que realiza o trabalho há quase 30 anos. Já em Gurupi, a responsabilidade é da Associação Viver Bem, que assumiu o terminal há três anos.

As duas entidades são responsáveis pelo funcionamento, conservação, manutenção e limpeza dos prédios e em troca podem explorar comercialmente os locais. A renovação normalmente é feita a cada seis meses, mas desta vez valerá por um ano.

A medida foi tomada em meio a crise causada pela pandemia do novo coronavírus nas empresas de turismo e transporte. Em Palmas a prefeitura estima queda de 90% no movimento do terminal e houve suspensão de linhas para pelo menos quatro estados. Nesta quarta uma barreira sanitária foi montada no terminal.

A ATR fica com a função de regular, controlar e fiscalizar os terminais rodoviários de passageiros e o cumprimento dos termos de acordo. Os documentos foram assinados durante a manhã entre representantes das instituições e o presidente da Agência, Edson Cabral.

você pode gostar também