Em derrota para o governo, Senado aprova texto-base do PL das fake news

Em derrota para o governo, Senado aprova texto-base do PL das fake news
Relatório do senador Ângelo Coronel, que enfrentou resistência na Casa, teve 44 votos favoráveis e 32 contrários; parlamentares
analisam destaques
Por André Siqueira – 30 Jun 2020, 21h04

Em uma votação apertada, o Senado aprovou, na noite desta terça-feira, 30, o texto-base do projeto de lei das fake news,
por 44 votos favoráveis, 32 contrários e duas abstenções. A matéria, que enfrentou resistência na Casa durante toda a sua
tramitação, visa combater a criação e divulgação de notícias falsas nas redes sociais. Resta, ainda, a votação de nove
destaques, o que pode mudar o texto.
O relatório do senador Ângelo Coronel (PSD-BA) foi criticado por diversos parlamentares e por entidades da sociedade
civil, mas teve como principal fiador o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Apesar da aprovação no
Senado, é na Câmara dos Deputados que a matéria possui maior rejeição. Deputados bolsonaristas, alguns deles alvos do
inquérito que apura disseminação de notícias falsas e ataques a membros do Supremo Tribunal Federal (STF), classificam o
projeto de lei como “PL da Censura”.
A aprovação do texto-base pode ser considerada uma derrota para o governo Bolsonaro. O líder no Senado, Fernando
Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que a liberdade do cidadão está sendo “tolhida” e orientou contra a aprovação da
matéria. O parecer de Bezerra foi seguido por aliados do presidente Jair Bolsonaro, entre eles Flávio Bolsonaro
(Republicanos-RJ).

você pode gostar também