Empresário do ramo de combustíveis é morto a tiros em posto de Palmas

Por Ana Paula Rehbein e João Guilherme Lobasz, TV Anhanguera e g1

 


Empresário foi assassinado em posto de combustíveis de Palmas — Foto: Ana Paula Rehbein/TV Anhanguera

Empresário foi assassinado em posto de combustíveis de Palmas — Foto: Ana Paula Rehbein/TV Anhanguera

O empresário Nilton Alcantara Neves, de 60 anos, foi morto a tiros na noite desta terça-feira (25) em Palmas. Ele foi atingido por disparos por volta das 19h30 ao chegar em um posto de combustível do qual é dono na quadra ASR-SE 75 (Antiga 712 Sul), na zona industrial da cidade, em uma das marginais da TO-050. Ainda não há informações sobre quem é o atirador ou qual a motivação.

 

Equipes da Polícia Militar, Civil e da perícia foram ao local para registrar a ocorrência. Não houve outros feridos na ocorrência.

Empresário era sócio de uma das principais redes de postos do Tocantins — Foto: Divulgação

Empresário era sócio de uma das principais redes de postos do Tocantins — Foto: Divulgação

Testemunhas ouvidas pela TV Anhanguera informaram que os disparos foram feitos por um homem que estava no posto aguardando a chegada da vítima. Segundo a Polícia Militar, o empresário chegou em um carro e a mulher e os filhos dele estavam em outro. Ao descer do veículo para falar com a família, Nilton Alcântara foi baleado. Segundo o delegado Guido Camilo, da divisão de homicídios, a vítima foi atingida por pelo menos seis tiros no tórax.

O atirador fugiu do local a pé, correndo. Buscas foram para localizar suspeitos, mas até às 22h ninguém tinha sido preso. Inicialmente, a polícia acredita que o atirador estivesse armado com uma pistola por causa das capsulas encontradas no local. Segundo a PM, o suspeito vestia roupas na cor cinza.

Empresário foi morto a tiros em Palmas — Foto: Reprodução/Facebook

Empresário foi morto a tiros em Palmas — Foto: Reprodução/Facebook

“Nós não podemos afirmar de forma categórica a motivação e nem as características. Mas pela experiência que nós temos pode sim se tratar de uma execução, de uma emboscada”, disse o comandante de policiamento urbano de Palmas, Tenente Luzimar de Oliveira.

As equipes trabalham levantando imagens das câmeras de segurança do posto e também de outros estabelecimentos na região. Peritos fizeram o recolhimento de alguns objetos que estavam com a vítima e também no carro que o empresário dirigia.

Alcantara é um dos sócios e também o presidente da rede Petrolíder, uma das maiores no ramo de combustíveis no Tocantins.

você pode gostar também