Janad acusa gestão de Cinthia de superfaturar compra de testes para covid-19 e aciona PF

PALMAS

Janad acusa gestão de Cinthia de superfaturar compra de testes para covid-19 e aciona PF

A presidente vai protocolar a denúncia na PF e no Ministério Público Federal.


24/03/2021 14h04 

Janad afirmou que a prefeitura compro mais de 75 mil testes a um valor médio de R$ 65,00.

A presidente da Câmara de Palmas, Janad Valcari (Podemos), fez uma grave denúncia contra a gestão da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) citando um suposto esquema de corrupção e desvio de dinheiro público através da compra superfaturada de testes rápidos para a covid-19.

Segundo a parlamentar, a prefeitura de Palmas adquiriu testes rápidos de uma empresa sediada em Goiânia (GO) por 70 reais a unidade, enquanto os mesmos testes estariam a venda por apenas 20 reais cada na própria capital tocantinense. “Araguaína comprou por 13 reais a unidade, Guaraí por R$ 11,00 e Paraíso do Tocantins comprou os testes em Palmas por R$ 20 reais”, disse Janad.

Conforme a vereadora, entre abril e outubro de 2020, foram gastos quase R$ 5 milhões na compra de cerca de 75 mil testes rápidos para a covid-19.

Acho que nem posso chamar isso de superfaturamento. Isso é um assalto, isso é falta de vergonha na cara. A prefeita de Palmas colocou uma quadrilha para roubar o dinheiro da saúde, o dinheiro que veio do Governo Federal  para salvar vidas”, disparou Janad.

POLÍCIA FEDERAL

Janad afirmou que irá protocolar ainda hoje a denúncia na Polícia Federal e no Ministério Público Federal (MPF). “Está tudo aqui prefeita, vou terminar essa sessão e vou direto na Polícia Federal, no Ministério Público Federal e a senhora vai pagar. Vai pagar pelo que a senhora está fazendo com o povo. O povo morrendo e a senhora pagando de vítima. Pega descendo prefeita, que subindo é contramão. Aqui não!”, disparou.

ENVELOPE COM PROVAS

Janad revelou ainda ter recebido em seu gabinete um envelope contendo provas do suposto crime. “Este envelope que recebi apresentava prints de conversas, documentos e também um pendrive com áudios trocados entre os envolvidos”, finalizou.

O QUE DIZ A PREFEITURA

“A Prefeitura de Palmas esclarece que realizou dois tipos de aquisições de testes em 2020, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), para ampliar o acesso ao diagnóstico da Covid-19.

A primeira aquisição foi de kits reagentes para a realização de testes diagnósticos sorológicos por quimioluminescência, uma metodologia específica e sensível capaz de detectar anticorpos IgG e IgM, sendo considerada pelo Ministério da Saúde como uma das mais eficazes para detecção de anticorpos anti–SARSCov2. Esta medida foi adotada para ampliar a capacidade de análise dos referidos testes, pois o município dispõe de dois equipamentos 100% automatizados, capazes de liberar mais de 100 amostras por hora. Foram adquiridos 30 mil testes Maglumi 2019-nCoV da empresa Vytra Diagnóstico Importação e Exportação S.A., com sede em Goiânia, a um custo de R$ 70,00 a unidade. Sendo 10 mil adquiridos em maio de 2020, conforme o contrato nº 55/2020 (Processo 2020022515), no valor total de R$ 894.457,88; e 20 mil testes em setembro de 2020, conforme o contrato nº 141/2020 (Processo 2020030226), no total de R$ 1.448.559,37, pagos com recursos próprios do Município. Nos valores dos contratos estão incluídos os insumos que compõem os kits de testes.

A segunda aquisição refere-se a testes rápidos, pelo método de imunocromatografia com sensibilidade acima de 86% e especificidade de 99,57%. Considerando a necessidade de descentralização e ampliação na oferta de testes rápidos, adotou-se a testagem rápida capilar na polpa digital. Foram adquiridos 40 mil testes para detecção de anticorpos IgG e IgM, ao custo de R$ 57,80 a unidade, por meio do Processo nº 2020039903, no valor total de R$ 2.312.000,00. Além da testagem para os pacientes suspeitos e/ou confirmados, também tem sido realizada a testagem de rastreio dos grupos mais expostos.

Estas informações estão disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura de Palmas, na aba específica sobre a Covid-19, que pode ser acessada aqui.” 

você pode gostar também