Lula denunciado pela Lava-Jato por lavagem de dinheiro

Lula denunciado pela Lava-Jato por lavagem de dinheiro
Força-tarefa em Curitiba acusa o ex-presidente de dissimular o repasse de 4 milhões de reais na forma de doações da Odebrecht ao
Instituto Lula
Por Robson Bonin – Atualizado em 14 set 2020, 16h36 – Publicado em 14 set 2020, 16h28
A força-tarefa da Lava-Jato no Paraná apresentou na última sexta denúncia contra o ex-presidente Lula, o ex-ministro
Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, pelo crime de lavagem de dinheiro.
O trio é acusado de dissimular doações da Odebrecht ao Instituto Lula de 4 milhões de reais entre dezembro de 2013 e
março de 2014.
Os valores ilícitos foram repassados mediante quatro operações de doação simulada, cada uma no valor de 1 milhão de
reais, diz a Lava-Jato.
“A existência de contas correntes informais de propinas entre as empreiteiras Odebrecht e OAS com o Partido dos
Trabalhadores, a partir das quais foram repassados valores milionários para a aquisição e reforma de imóveis em favor do
ex-presidente Lula – uma cobertura triplex no Guarujá/SP e um sítio em Atibaia – já foram reconhecidas pelo Juízo Federal
da 13ª Vara de Curitiba e pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. No âmbito desses processos criminais também foi
reconhecido que tais contas correntes de propina foram alimentadas com vantagens indevidas auferidas pelas empreiteiras
OAS e Odebrecht mediante a prática de crimes de cartel, licitatórios e de corrupção em detrimento da Petrobras”, diz a
Lava-Jato.

você pode gostar também