Mais de 1700 militares serão promovidos nesta segunda-feira, 22


POLICIAIS E BOMBEIROS

 597 visualizações

Mais de 1700 militares serão promovidos nesta segunda-feira, 22

Conforme o governo do Estado, as promoções serão realizadas por critérios de merecimento e antiguidade e escolha

  – Atualizada em   Da Redação com Secom/TO

Cerimônia ocorre no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar Divulgação

Ocorre nesta segunda-feira, 22, às 18h30, a cerimônia de promoção de policiais militares e bombeiros. Conforme o governo do Estado, as promoções serão realizadas por critérios de merecimento e antiguidade e escolha, este último caso com os tenentes-coronéis promovidos a coronéis.  O governador Mauro Carlesse (PHS) participa da solenidade no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas.

 

De acordo com um estudo feito pela Polícia Militar do Tocantins (PM), cerca de 1.541 policiais serão promovidos (303 oficiais e 1.238 praças) e 144 irão para a reserva (aposentadoria). O valor economizado pelo Estado com os policiais que vão se aposentar dará para pagar a promoção dos demais PMs e ainda haverá um superávit de cerca de R$ 4 milhões.

 

Já em relação aos bombeiros, serão promovidos 186 e oito irão para a reserva, desonerando a folha de pagamento do Estado em cerca de R$ 230 mil por mês. Segundo o Corpo de Bombeiros, os militares que vão se aposentar pertencem ao efetivo administrativo, não reduzindo assim o efetivo operacional de atendimento nas ruas.

 

O Governo aguarda o seu enquadramento dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a regularização de suas finanças para implementar os valores na folha de pagamento dos militares e negociar os passivos. Dentre as medidas executadas pela Gestão para o saneamento das finanças está a Reforma Administrativa, que entrou em vigor no último mês de fevereiro; revisão de contratos; e a contenção de gastos com diárias, água, luz, telefone e materiais de expedientes.

 

De acordo com a PM e o Corpo de Bombeiros, a realização das promoções é essencial para o funcionamento e fortalecimento da corporação, já que postos e graduações são definidos em lei como critérios para ocupação de cargos efetivos, bem como, de comando, chefia e direção.

você pode gostar também