Ministério Público recomenda que gestores adotem medidas para o correto controle das vacinas

Ministério Público recomenda que gestores adotem medidas para o correto controle das vacinas

Considerado a notícia de que pacientes teriam tomado a 3ª dose da vacina contra a Covid-19, no Tocantins, o Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio das Promotorias de Justiça com atuação na área da saúde, estão expedindo Recomendações Administrativas aos gestores municipais, a fim de que promovam medidas necessárias para assegurar o correto controle de vacinas.

Para tanto, a orientação é que haja inserção de dados no sistema NOVO SI-PNI- online, do Ministério da Saúde, ou em um sistema próprio que interopere com ele, por meio da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

O documento dispõe que os municípios adotem providências que possibilitem, antes da administração do imunizante, a conferência do cartão de vacinas e dos sistemas de controle do Ministério da Saúde, a exemplo do aplicativo Conecte SUS, que integra todos os dados de atendimento e resultados laboratoriais do cidadão.

A recomendação é uma proposta do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Saúde (Caosaúde), coordenado pela promotora de Justiça Araina Cesárea D´Alessandro, que salienta que casos de vacinação inadvertidas devam ser notificados como erro de imunização no e-SUS Notifica, com o fim de serem acompanhados com relação ao desenvolvimento de eventos adversos e falhas vacinais.

A promotora de Justiça ainda faz menção ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Contra Covid-19, que estabelece as diretrizes centrais para a execução da política de imunização e prevê a exigência de aplicação de duas doses para o ciclo completo da vacinação, em um intervalo determinado de dias, para atingirem a eficácia protetiva esperada. (Denise Soares)

Assessoria de Comunicação do MPTO
(63)3216-7515/ 3216-7532
Alayla Milhomem: 63.98402-3074
Denise Soares: 63.98462-3723
Flávio Herculano: 63.98421-9270

João Lino Cavalcante: 63.98404-3078


Esta mensagem, incluindo anexos, pode conter informação confidencial ou privilegiada, sendo seu sigilo protegido por lei. Se você não for o destinatário ou a pessoa autorizada a receber esta mensagem, não pode usar, copiar ou divulgar as informações nela contidas ou tomar qualquer ação baseada nessas informações. Se você recebeu esta mensagem por engano, por favor, avise imediatamente ao remetente, respondendo o e-mail e em seguida apague-a.
você pode gostar também