MPE instaura procedimento preparatório para apurar superlotação no transporte público de Palmas em plena pandemia

Tocantins

MPE instaura procedimento preparatório para apurar superlotação no transporte público de Palmas em plena pandemia

A 15ª Promotoria de Justiça da Capital instaurou na quarta-feira, 23, um procedimento preparatório para apurar a deficiência do transporte público de Palmas durante a pandemia do Covid-19. A iniciativa do promotor Rodrigo Grisi Nunes é motivada após “notícias de superlotação” e da “insuficiência de veículos”, o que afirma “facilitar a disseminação do novo coronavírus”. O Ministério Público (MPE) cobra informações da Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros (Seturb) e companhias afiliadas, da prefeitura e da  Agência de Regulação e Controle e Fiscalização do município (ARP).

você pode gostar também