Noiva homenageia mãe que morreu por Covid e surpreende convidados ao chegar em casamento dentro de viatura da PM

Banner Pix

Por Jesana de Jesus, g1 Tocantins

 


Noiva chega no casamento em viatura da Polícia Militar

–:–/–:–

Noiva chega no casamento em viatura da Polícia Militar

Uma viatura da Polícia Militar com a sirene ligada surpreendeu os convidados ao chegar em um casamento realizado em Palmas no último sábado (18). O que as pessoas não sabiam é que a noiva Raillane Moreira de Carvalho, de 21 anos, estava dentro do veículo. (Veja o vídeo acima)

A moradora da capital disse que essa foi uma das formas que encontrou para homenagear a mãe Eva da Silva Moreira, que morreu há cerca de oito meses em decorrência da Covid-19. É que ela tinha o sonho de ver a filha atuando como policial.

Noiva chegou em viatura da PM no próprio casamento em Palmas — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Noiva chegou em viatura da PM no próprio casamento em Palmas — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Três militares da Força Tática toparam participar da homenagem. Eles compareceram ao evento, fizeram suspense, abriram a porta da viatura para ajudar a noiva a descer e a levaram até a passarela. Depois, eles saíram e a noiva seguiu rumo ao altar para se encontrar com o noivo, o administrador Melquesedeque Magalhães Lourenço, de 24 anos.

“O real motivo disso tudo foi pela memória da minha mãe. Ela tinha o sonho de me ver formada e atuando em carreiras policiais”, disse ela.

 

Atuar como policial também é um sonho de Raillane e Melquesedeque. E adivinhem? Eles se conheceram em um cursinho preparatório para concursos públicos. O administrador, inclusive, foi aprovado recentemente no Teste de Aptidão Física (TAF) para o concurso da PM do Mato Grosso e aguarda as próximas etapas do certame.

Noiva faz homenagem para a mãe ao chegar ao casamento dentro de viatura da PM — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Noiva faz homenagem para a mãe ao chegar ao casamento dentro de viatura da PM — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Sirene, susto e muita emoção

 

No dia do casamento, Melquesedeque foi até o 1º Batalhão da PM em Palmas e contou a história da noiva para o comandante. O pedido para que os militares fizessem parte desse sonho deu certo.

Os policiais buscaram Raillane no salão e a levaram até o local do evento, em uma chácara no setor Morada do Sol. Foi uma ação rápida para não atrapalhar o trabalho dos militares.

Raillane e Melques se casaram em Palmas no último sábado (18) — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Raillane e Melques se casaram em Palmas no último sábado (18) — Foto: Rayane Castro/Divulgação

“Eu fiquei bastante emocionada com a atitude deles. O receio era de acontecer alguma ocorrência na hora e eles serem chamados, mas deu tudo certo. Eles foram prestativos, me viram tremendo e me acalmaram. Foram muito educados”.

A noiva conta que a maioria dos convidados não sabia sobre a presença da polícia e até se assustou.

“Praticamente ninguém sabia, nem o pastor, ele até ficou assustado. A viatura entrou com sirene e tudo, como se fosse uma abordagem. Os policiais desceram do carro rapidamente. Quando os convidados perceberam que eu estava dentro da viatura, eles aplaudiram e ficaram felizes porque sabem que nós dois gostamos bastante de carreiras policiais e lutamos por esse sonho”, relatou.

 

Raillane carregou balão no casamento para fazer homenagem à mãe que morreu de Covid — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Raillane carregou balão no casamento para fazer homenagem à mãe que morreu de Covid — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Os militares tiraram fotos e saíram do local deixando a noiva emocionada. “Eu fiquei pensando: ‘Meu Deus, isso aconteceu comigo mesmo’? Para algumas pessoas pode ser pequeno, mas eu fiquei bastante realizada. Não foi uma entrada comum, foi a entrada. Eu cheguei chegando, fiquei muito feliz”, disse sorrindo.

O cunhado de Raillane a levou até o altar segurando um balão em formato de coração escrito “mãe”. Durante a cerimônia, ela beijou o balão e chorou de saudades.

História

 

Casal se conheceu em cursinho preparatório para o concurso da PM no Tocantins — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Casal se conheceu em cursinho preparatório para o concurso da PM no Tocantins — Foto: Rayane Castro/Divulgação

Raillane e Melques se conheceram em um cursinho em Palmas, estudando para o concurso da Polícia Militar do Tocantins. Os dois trocaram materiais, vídeo-aulas, fotos do caderno de anotações, quando surgiu o interesse.

Os pombinhos se apaixonaram e começaram a namorar há cerca de nove meses. A aprovação no concurso da PM do estado não foi possível, mas o amor compensou. Raillane disse que seguirá estudando para realizar o sonho de ser policial.

você pode gostar também