PASTOR NELCIVAN DENUNCIOU AO MPE:Ribeirão Taquarussu apresenta cor esverdeada em trecho que passa por ponte no sul da Capital

Ribeirão Taquarussu apresenta cor esverdeada
em trecho que passa por ponte no sul da
Capital
Coloração foi registrada em trecho que passa pela ponte de acesso ao Jardim Aureny III na Avenida
Theotônio Segurado
02/12/2019 – 18:49
Uma coloração esverdeada tomou as águas do Ribeirão Taquarussu nesta segunda-feira, 2. O Jornal
do Tocantins flagrou o aspecto duvidoso da água em um trecho que passa pela ponte de acesso ao
Jardim Aureny III na Avenida Theotônio Segurado, no Sul da Capital.
As margens do ribeirão apresentaram cor verde clara, enquanto as águas ficaram em um tom de
verde mais escurecido. Não houve registro de mau cheiro nem de peixes mortos no local.
De acordo com o engenheiro ambiental José Heluandir Fonseca Ambrósio, a provável causa do
problema seria o lançamento de possíveis efluentes que resultam na alteração na coloração das
águas. “O tratamento do esgoto passa por oscilações e, por ser contínuo, existe a possibilidade de
efluentes fora do padrão da legislação serem lançados na água, o que pode acontecer porque o
processo é muito dinâmico”, explicou.
No entanto, quando o efluente é lançado na água e recebe incidência solar, o desenvolvimento das
cianobactérias causadoras da coloração esverdeada é favorecido, pois os nutrientes presentes nele
servem de alimento para o organismo.
Não houve registro de mau cheiro nem de peixes mortos
no local. (Foto: Lia Mara)
03/12/2019 Ribeirão Taquarussu apresenta cor esverdeada em trecho que passa por ponte no sul da Capital

“De fato elas não possuem mau cheiro, porém, são um indicativo de que há poluição por
lançamento de esgoto no local. Caso as cianobactérias se desenvolvam demais, vão cobrir esse meio
e ser concorrentes diretos de oxigênio dos demais seres vivos presentes nele. A presença delas em
excesso nas águas prejudicam os peixes e demais seres vivos que vivem ali, além de serem um
perigo para quem for ingerir ou ter qualquer contato com essa água”, acrescentou.
A Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA), informou em
nota que equipes de Monitoramento e Fiscalização serão enviadas ao local para analisar e tentar
identificar o que pode ter causado essa situação e então tomar as medidas necessárias para
solucionar o problema.
A BRK Ambiental esclareceu em nota que o local onde houve a alteração de coloração na água fica
antes do ponto de lançamento de esgoto tratado pela Estação de Tratamento de Esgoto, que não
possui relação com o ocorrido.
As margens do Ribeirão apresentaram cor verde clara,
enquanto as águas ficaram em:Ribeirão Taquarussu apresenta cor esverdeada em trecho que passa por ponte no sul da Capital

No entanto, quando o efluente é lançado na água e recebe incidência solar, o desenvolvimento das
cianobactérias causadoras da coloração esverdeada é favorecido, pois os nutrientes presentes nele
servem de alimento para o organismo.
“De fato elas não possuem mau cheiro, porém, são um indicativo de que há poluição por
lançamento de esgoto no local. Caso as cianobactérias se desenvolvam demais, vão cobrir esse meio
e ser concorrentes diretos de oxigênio dos demais seres vivos presentes nele. A presença delas em
excesso nas águas prejudicam os peixes e demais seres vivos que vivem ali, além de serem um
perigo para quem for ingerir ou ter qualquer contato com essa água”, acrescentou.
A Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA), informou em
nota que equipes de Monitoramento e Fiscalização serão enviadas ao local para analisar e tentar
identificar o que pode ter causado essa situação e então tomar as medidas necessárias para
solucionar o problema.
A BRK Ambiental esclareceu em nota que o local onde houve a alteração de coloração na água fica
antes do ponto de lançamento de esgoto tratado pela Estação de Tratamento de Esgoto, que não
possui relação com o ocorrido.

você pode gostar também