PESQUISAS FALSAS Justiça barra divulgação de 3 pesquisas eleitorais por falhas em questionário no Tocantins

Banner Pix

Justiça barra divulgação de 3 pesquisas eleitorais por falhas em questionário no Tocantins

Multa para por descumprimento da decisão é de R$ 53.205,00.


25/06/2022 08h21 –

Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO)

A Justiça Eleitoral determinou a suspensão de três pesquisas eleitorais registradas nesta semana no Tocantins. As decisões liminares foram proferidas entre quinta (23) e sexta-feira, 24 de junho,  pela desembargadora Jacqueline Adorno e pelo juiz auxiliar Márcio da Silveira Silva, respectivamente.

Conforme as representados do partido Podemos, as pesquisas foram registradas quase que simultaneamente e todas tinham problemas graves em relação ao detalhamento do sexo dos entrevistados, das regiões pesquisadas e uma dela, inclusive, sequer tinha apuração na região Sul do Estado, algo que desvirtuaria por completo qualquer resultado.

As pesquisas visam aferir as intenções de votos para os cargos de governador e senador no Tocantins, e seriam divulgadas na próxima semana. A multa para o caso de descumprimento da decisão é no valor de R$ 53.205,00.

Os levantamentos suspensos estão registrados no TRE-TO sob os números TO-05902/2022, TO-02238/2022 e TO-03294/2022.

A Justiça ainda julgará o mérito das representações após a manifestação das empresas responsáveis pelas pesquisas e o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE).

você pode gostar também