Podem somar ao SUS, diz Queiroga após jantar com empresários em SP

Podem somar ao SUS, diz Queiroga após jantar com empresários em SP

Comitiva do governo, liderada pelo presidente Jair Bolsonaro, participou de reunião com representantes do mercado financeiro

atualizado 07/04/2021 23:14

Ministros Marcelo Queiroga (Sapude)e Paulo Guedes (Economia) após jantar com empresários em SPFábio Vieira/Metrópoles
São Paulo – O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta quarta-feira (7/4), que espera contar com a iniciativa privada para aumentar a imunização diária de brasileiros contra a Covid-19, atualmente em torno de um milhão de doses aplicadas.

De acordo com ele, o Instituto Butantan e a Fiocruz, assim como o empresariado brasileiro, podem acelerar o ritmo de vacinação no país. Ele se refere à aprovação do projeto que permite que empresas comprem imunizantes contra a doença, sem a necessidade de repassá-los ao SUS. A medida foi aprovada na Câmara nessa terça-feira (6/4) e precisa passar pelo Senado antes de ser sancionada pelo Planalto.

“Estamos buscando alternativas para viabilizar também a participação da iniciativa privada, não para desviar os principais básicos do SUS, mas para se somar a ele e assim fortalecemos a nossa campanha de vacinação”, disse o ministro

você pode gostar também