Prefeita Cinthia entrega mais de 200 títulos definitivos na região Sul de Palmas

Prefeita Cinthia entrega mais de 200 títulos definitivos na região Sul de Palmas

Juliana Matos

Moradores de oito setores da região Sul de Palmas receberam o documento definitivo de propriedade de imóveis na manhã desta terça-feira, 30. Os documentos consistem no registro em cartório da propriedade de imóveis cujos moradores tinham somente posse legal.  A entrega, realizada pela Secretaria Municipal de Assuntos Fundiários, aconteceu na quadra de esportes da Escola de Tempo Integral (ETI) Duque de Caxias – Caroline Campelo, no Setor Santa Fé.

 

Na oportunidade, foram entregues 203 títulos referentes a imóveis no setor Santa Fé (36); Morada do Sol III (16); Sol Nascente (23); Vale do Sol (22); Taquaralto 1ª etapa (35); Taquaralto 2ª etapa  (19); Taquaralto 4ª etapa (41) e Taquaralto 5ª etapa (11). No último sábado, outros 41 títulos já haviam sido entregues a moradores do distrito de Buritirana, zona rural de Palmas.

A autônoma Cláudia Santana, do Setor Morada do Sol III, foi a primeira a receber o título. “Esperei por 13 anos. Morar no que é nosso é importante, mas é muito melhor morar sabendo que a gente tem o documento que comprova certinho quem é o dono”, disse. O casal Osita Nepomucemo, professora, e Domingos Bonfim Santos, servidor público, também recebeu o registro de propriedade de seu imóvel no Setor Santa Fé. “Estamos muito felizes, é uma conquista para nossa família e ter esse documento que buscamos por tanto tempo”, explicou Osita.

 

Regularização Fundiária

 

“Esses títulos representam para todas essas famílias o resgate da dignidade. Hoje elas podem, de fato, se sentir donas do lar em que vivem”, disse a prefeita Cinthia Ribeiro. A concessão da titularidade de propriedade é possível graças a processo de regularização fundiária, realizado pela Prefeitura de Palmas, através da Secretaria Municipal de Assuntos Fundiários.

 

Na Pasta, seguem em andamento processos para regularização de 20 áreas da Capital. O secretário municipal de Assuntos Fundiários, Darci Coelho, explicou que o processo de regularização fundiária garante a legalização de áreas edificadas sem prévio ordenamento urbano. “Muitas destas famílias foram famílias pioneiras que receberam lotes para ocupar Palmas. Algumas já tinham títulos, mas ainda não tinham o título definitivo. Esse processo de regularização também garante ordenamento à ocupação de loteamentos que não tinham demarcação definitiva, entre outros casos”, explicou Coelho


Secretaria Municipal de Comunicação de Palmas
Recepção: (63) 3212-7620

 

você pode gostar também