PRF FAZ A MAIOR APREENSÃO DE DROGAS NO BRASIL EM PARAISO TOCANTINS

PRF

PRF apreende quase 1 tonelada de droga no TO e dá prejuízo milionário ao crime organizado

A droga estava sendo transportada em um caminhão junto com uma carga de isopores.

Por Redação
27/05/2021 09h12 – Atualizado há 2 horas

A carga com quase uma tonelada de entorpecentes é a maior apreensão no Tocantins esse ano

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou na noite desta quarta-feira (26) a maior apreensão de entorpecente feita pela corporação em solo tocantinense em 2021.

Durante a ação realizada na BR-153, em Paraíso do Tocantins, os agentes encontraram mais de 910 kg de droga que estavam sendo transportados em um caminhão juntamente com uma carga de isopor.

A abordagem ao veículo aconteceu após os agentes serem informados pelas equipes de inteligência a respeito de um caminhão Volvo/NH12380 acoplado a um semirreboque, que poderia estar transportando a droga.

Também foi abordado um veículo de GM/Celta que acompanhava o caminhão na viagem e servia como “batedor”. Os veículos vinham de Manaus (AM) e tinha como destino São Paulo (SP). No caminhão, seguiam o motorista e um passageiro, no veículo de passeio apenas o motorista.

Segundo informações da PRF, durante a abordagem os três indivíduos apresentaram grande nervosismo e forneceram informações contraditórias. Diante disso, a equipe realizou uma fiscalização minuciosa e encontrou a droga.

No semirreboque acoplado ao caminhão haviam caixas de isopor, as primeiras vazias, no entanto, as do fundo estavam repletas de drogas, com aproximadamente 886 kg de substância análoga a Skunk e 25 kg de substância análoga Haxixe, totalizando 911 kg de entorpecentes.

Os agentes também encontraram no interior do caminhão um revólver Cal. 38 e uma cartela de anfetamina com 8 comprimidos de ‘Rebite’, além de R$ 5.984,50 em espécie.

Após o flagrante, o passageiro do caminhão confessou ser o proprietário da arma e da droga e teria contratado o motorista do caminhão e o outro colega para ser o ‘batedor’. O homem confessou que receberia 150 mil reais para realizar o transporte da droga de Manaus até São Paulo.

O motorista do caminhão alegou desconhecimento de que a droga estava sendo transportada. Por outro lado, o motorista do GM/Celta confessou saber da droga e que estava recebendo 4 mil reais pelo serviço de ‘batedor’.

Os suspeitos devem responder por tráfico de drogas; porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e porte de droga para consumo.

As drogas, a arma, 4 celulares e o dinheiro foram apreendidos e apresentados, juntamente com os 3 presos em flagrante, na delegacia da Polícia Civil de Paraíso do Tocantins.

A ação policial orientada por inteligência desencadeou a maior apreensão da PRF no Tocantins em 2021, causando um prejuízo milionário para as organizações criminosas.

VÍDEO

Vídeo

 

você pode gostar também