Sessão Solene homenageia os 42 anos da Igreja Universal

Sessão Solene homenageia os 42 anos da Igreja Universal

 

Paulo de Deus; Foto Aline Batista

 

 

Em homenagem aos 42 anos da Igreja Universal do Reino de Deus, a Câmara Municipal de Palmas realizou Sessão Solene  na quarta-feira, 14. Autor do pedido, o vereador Rogério Santos (PRB), homenageou com a entrega de placas comemorativas e certificados diversos, líderes de grupos, responsáveis pelo trabalho da instituição no Estado do Tocantins. O bispo Edson Gaspar, foi um dos homenageados. Ele é responsável pelo trabalho da Universal no Estado.

 

Da tribuna, Edson Gaspar discorreu sobre a trajetória da instituição religiosa. “A Igreja Universal faz 42 anos, a instituição teve inicio no Rio de Janeiro, é bom que se diga, no meio da rua. Não tínhamos sequer um templo, mas com a força, advinda da fé inteligente, aliada ao sonho de Deus, deu origem a um movimento de fé e, sobretudo, de salvação. A perseverança de seu fundador, o Bispo Edir Macedo, com sua visão única pautada com o objetivo de ganhar almas, a igreja chegou ao patamar que estamos hoje. Por isso nós somos criticados, porque o mal sabe do nosso bom objetivo, a nossa boa intenção. A fé nos faz seguir em frente, impulsiona a gente, por isso que a igreja é o que é hoje. Falem bem ou falem mal, mas fale da nossa igreja. Aproveito a oportunidade para convidar todos os tocantinenses para participarem da inauguração de nossa catedral, aqui em Palmas no dia 22 de setembro” convocou  Gaspar.

 

Em seu discurso, o autor do requerimento da sessão solene, o vereador Rogerio Santos, destacou o papel importante que a Igreja vem desempenhando dentro da sociedade. “A Universal, apesar de todas as dificuldades que a igreja enfrentou no início, conseguimos  vencer e, hoje, atingimos o nosso objetivo. Não em sua  totalidade, pois   sabemos que ainda têm muita alma pra ser ganha, no entanto, chegamos com a nossa palavra até os mais sofridos, os mais necessitados. Nós atendemos pessoas que precisam realmente de um suporte, pois atendemos viciados, detentos fora e dentro dos presídios, pessoas abandonadas  pela sociedade e ali elas encontram amparo, o poder de Deus. Temos apenas 42 anos e ajudar as pessoas é  o nosso objetivo maior. Enquanto Jesus não voltar, nós vamos continuar trabalhando em prol dos menos favorecidos”, concluiu Santos.

 

A Igreja Universal do Reino de Deus conta hoje com cerca de dez milhões de fiéis no Brasil distribuídos em sete mil tempos, além de representações em 127 países, ocupando os cinco continentes. São realizados inúmeros projetos sociais, dentre eles, destacam-se aqueles voltados aos dependentes químicos e aos presidiários. A Universal também desenvolve trabalhos junto à família, juventude, mulher, infância e idosos.

 

 

 

você pode gostar também