Wanderlei mantém PPP do Cantão e quer cancelar processos de desapropriação


CONCESSÃO

283 visualizações

Wanderlei mantém PPP do Cantão e quer cancelar processos de desapropriação

Governador interino disse em coletiva nesta terça, 30, que a concessão cancelada foi a do Jalapão e as demais continuarão em processo de consulta, mas que não irá lutar contra a opinião pública.

  – Atualizada em   Roberta Tum

 T1 Notícias

O governador em exercício do Tocantins, Wanderlei Barbosa, anunciou em coletiva na tarde desta terça-feira, 30, que manterá as consultas para formalização da parceria público-privada (PPP) no Parque do Cantão, objeto também de estudos por parte do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “A concessão que nós cancelamos hoje foi a do Jalapão, as demais continuarão em processo de consulta pública. O que não vamos é lutar contra a opinião pública da população de toda uma região e nem impor tudo de cima para baixo”, afirmou.

 

Barbosa disse que foi à região e ouviu desde as comunidades tradicionais até os operadores de turismo, empresários e a posição era contrária. “Temos que respeitar a comunidade. Este projeto levou muita insegurança aos donos de atrativos, por que existe desde 2007 ações de desapropriação de pontos turísticos, como por exemplo na Cachoeira do Formiga”, lembrou. O texto da lei, segundo Barbosa ao incluir o termo “adjacências”, gerou insegurança jurídica. “Isso dava ao governo a condição de interferir em outras áreas e assustou as pessoas”.

 

Crítica ao traçado da estrada

 

A estrada em obras, que sai de Lagoa do Tocantins e vai até São Félix, foi objeto de crítica no seu traçado, por parte do governador. “As pessoas de Mateiros estão reclamando que esta estrada que atravessa o Parque e vai até São Félix, isolava a cidade, que tem os maiores atrativos”, lembrou.

 

Ele disse ainda que a estrada de Ponte Alta a Mateiros “praticamente acabou nos últimos anos, isolando atrativos daquela região”.

 

Questionado também sobre o aeroporto de São Félix, Barbosa lembrou que o primeiro lançamento do aeroporto do Jalapão, foi feito pela então ministra Marina Silva, em Mateiros.

 

“O projeto original é o aeroporto em Mateiros”, ressaltou Wanderlei Barbosa. Ele destacou que vai enviar à Assembleia Legislativa a correção do projeto e acredita que a Casa votará a favor do que pensa a comunidade.

 

“Estou muito seguro do que estou fazendo. Se eu errar estarei errando com todos os que pensam da mesma maneira”, finalizou.

você pode gostar também