Sessão da Câmara é interrompida após ataque hacker deixar vereadores sem acesso a documentos

Por TV Anhanguera

 


Câmara de Palmas tem trabalhos prejudicados após invasão hacker
JA 2ª Edição – TO
Câmara de Palmas tem trabalhos prejudicados após invasão hacker

Câmara de Palmas tem trabalhos prejudicados após invasão hacker

A sessão da Câmara de Vereadores de Palmas desta quarta-feira (24) precisou ser interrompida após os parlamentares ficaram sem acesso a documentos que estão no sistema online do Poder Legislativo. Um ataque hacker na última semana sequestrou uma série de dados e os criminosos pediram o resgate das informações em bitcoins, um tipo de moeda digital.

Sem os dados sequestrados não foi possível montar uma ordem do dia no plenário. “A gente ficou sem condições de ter o requerimento na sessão”, explicou o vice-presidente da Câmara, Vandim do Povo. “O presidente da Câmara decidiu que ia fazer um boletim de ocorrência e as autoridades competentes vão investigar”, disse ele.

Para os especialistas, o pedido de pagamento em bitcoins é para manter o anonimato do criminoso, já que a conversão pode ser feita em qualquer tipo de moeda. O valor exigido, por questões de segurança, não foi informado.

Na semana passada o site da Prefeitura de Wanderlândia também foi hackeado. O especialista afirma que os ataques têm como alvo qualquer sistema que possa render dinheiro e não são direcionados a nenhum tipo de site específico.

A Câmara diz que tem cópia da maior parte dos documentos sequestrados e que não vai pagar o resgate. Ainda não foi informado quando as sessões irão voltar ao normal.

Câmara de Palmas precisou ter sessão interrompida após ataque hacker — Foto: Reprodução/TV AnhangueraCâmara de Palmas precisou ter sessão interrompida após ataque hacker — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Câmara de Palmas precisou ter sessão interrompida após ataque hacker — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

você pode gostar também