Acusação por atitude impertinente e até criminosa pode cassar o mandato de Tiririca

Acusação por atitude impertinente e até criminosa pode cassar o mandato de Tiririca

O deputado federal e humorista Tiririca está enfrentando uma grave acusação.

O motivo seria uma importunação sexual por parte de um homem que realizava um serviço de manutenção. O relato do incidente, que teria ocorrido na última sexta-feira (29/2), levou à abertura de um boletim de ocorrência registrado no 96º Distrito Policial (Monções), localizado na zona sul da cidade de São Paulo.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o incidente está sendo minuciosamente investigado. O homem, de 39 anos, alega que, enquanto trabalhava na portaria de um edifício na Rua Casa do Ator, foi surpreendido por um indivíduo que, em companhia de uma mulher, lhe aplicou um toque inapropriado nas nádegas.

O relato da suposta vítima detalha que o episódio lhe causou humilhação, especialmente pelo fato de que outras pessoas presentes, incluindo um segurança e outros trabalhadores, teriam testemunhado o ato e reagido com risadas. Somente após o ocorrido, o prestador de serviço veio a descobrir que o autor do ato seria Tiririca, conforme alegado por ele.

O prestador de serviço decidiu levar o caso à polícia aconselhado por sua advogada, onde formalizou a acusação, desencadeando a abertura de uma investigação policial.

Se for confirmado o crime, Tiririca pode sofrer consequências graves como a cassação de seu mandato e até a prisão.

Comentários
você pode gostar também