Considerado mentor de fraudes em licitações, Fernando Aires dos Santos ex-vereador se entrega à polícia no Tocantins

Considerado mentor de fraudes em licitações, ex-vereador se entrega à polícia no Tocantins

A polícia suspeita que o esquema funcionava desde 2013 e teria causado prejuízos que passam dos R$ 700 mil.

Por Raimunda Costa
10/01/2019 08h52 – Atualizado há 4 horas

Polícia Civil na Câmara de Porto Nacional

O ex-vereador e ex-secretário do Governo, Fernando Aires dos Santos, conhecido como Fernando Manduca, apresentou-se à Polícia Civil nessa quarta-feira (9), por volta das 16 horas.

Manduca é suspeito de ser um dos mentores do suposto esquema de fraudes em licitações na Câmara Municipal de Porto Nacional.  Ele estava foragido há quase duas semanas.

Entenda o caso

No dia 27 de dezembro deste ano, a Polícia Civil cumpriu nove mandados de prisão contra vereadores, servidores públicos e empresários de Porto Nacional, região central do Estado.

A operação denominada ‘Poker Face’ é um desdobramento da ‘Negócio de Família’, deflagrada no dia 17 dezembro para investigar fraudes em licitações na Câmara de Vereadores da cidade.

Na época, foram presos os vereadores Jean Carlos da Silva (PV), Adael Oliveira Guimarães(PSDB), Emivaldo Pires de Souza (PTB) e Geylson Neres Gomes (MDB), que está licenciado para exercer o cargo de secretário de Governo de Porto Nacional.  Eles foram soltos na noite do dia 31 de dezembro devido ao fim do prazo da prisão temporária, que é de cinco dias.

A Polícia Civil suspeita que o esquema criminoso acontecia desde 2013, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 700 mil aos cofres públicos.

você pode gostar também