Deputado Leo repassa emenda de R$ 300 mil a ONG e 2 dias depois o pai, vice-governador, doa cestas


Por coincidência, emenda é reservada no orçamento (empenhada) dia 26, um dia depois do Natal,
em nome da ASNDEH, uma ONG de Palmas, e dois dias depois cestas são entregues por parentes
do deputado; valor daria 3.750 cestas que custam R$ 80 cada
30/12/2019 – 10:45
Lailton Costa
Atualizada às 16:12
Um dia após o Natal, o deputado estadual Leo Barbosa (SD) teve uma emenda parlamentar no valor
de R$ 300 mil empenhada (reservada no orçamento) e liquidada (compra ou serviço entregue e
ainda não paga) pelo Fundo Social da Solidariedade, unidade vinculada à Secretaria do Trabalho e
Assistência Social (SETAS), para uma ONG de Palmas, a ASNDEH (Associação Nacional de
Desenvolvimento Humanitária).
Quase um ano de comida da casa de apoio
O valor dos R$ 300 mil daria para comprar 3.750 cestas no valor de R$ 80 reais, valor apurado pela
coluna junto a empresas que montaram cestas para funcionários neste Natal em Palmas.
É quase o mesmo valor gasto pelo mesmo fundo para alimentar a Casa de Apoio Vera Lúcia Pagani,
que hospeda parentes de pacientes do Hospital Geral de Palmas (HGP) num ano inteiro.
Emenda parlamentar do deputado Leo Barbosa,
liquidada dia 26 de dezembro (Foto: Reprodução Siafe)
06/01/2020 Deputado Leo repassa emenda de R$ 300 mil a ONG e 2 dias depois o pai, vice-governador, doa cestas
https://www.jornaldotocantins.com.br/editorias/politica/antena-ligada-1.1694939/deputado-leo-repassa-emenda-de-r-300-mil-a-ong-e-2-dias-depois-o-… 2/3
Considerando o contrato com a Malaguetas Gourmet (EGCL Comércio de Alimentos) que fornece
almoço e janta para a Casa, de R$ 373,6 mil para 12 meses (cerca de R$ 31 mil por mês).
O que diz a emenda
O processo do empenho (reserva do dinheiro) para a ONG está registrado como repasse financeiro
de emenda parlamentar do deputado Leo Barbosa para “atender o projeto Cidadania em Ação,
promovendo ação de combate à fome às famílias em situação de vulnerabilidade social – TO”.
Esse é o único liquidado para a ASNDEH pelo governo do Tocantins neste ano.
Cestas entregues pelo pai e pelo tio do deputado
Na Receita Federal, a ONG aparece presidida pelo empresário e candidato a vereador em 2016 pelo
PEN (hoje Patriota) Ney Batista da Silva Pereira (PRTB), 41 anos.
Nas postagens em que o vice-governador Wanderlei Barbosa (PHS) fez em sua conta no Instagram,
ele confirma sua participação na entrega das cestas básicas em Aparecida do Rio Negro, Novo
Acordo e em Palmas.
Barbosa credita a presidência da associação para o administrador Rogério Antero de Moura, 45
anos.
As entregas nas cidades vizinhas a Palmas e na capital ocorreram apenas dois dias após a liquidação
da emenda.
(Foto: Reprodução/RFB)
06/01/2020 Deputado Leo repassa emenda de R$ 300 mil a ONG e 2 dias depois o pai, vice-governador, doa cestas
https://www.jornaldotocantins.com.br/editorias/politica/antena-ligada-1.1694939/deputado-leo-repassa-emenda-de-r-300-mil-a-ong-e-2-dias-depois-o-… 3/3
O tio do deputado, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Palmas, Marilon Barbosa
aparece ao lado do vice-governador em evento de entrega de cestas básicas na capital, em imagens
divulgadas no Instagram, pela conta “Palmasmilgraus”.
Outro lado
A coluna acionou o vice-governador, por aplicativo, e procurou as secretarias da Comunicação
(Secom) e do Trabalho e Assistência Social (Setas) para se manifestarem sobre as compras e
entregas das cestas básicas com a emenda parlamentar, mas não houve resposta. Quando houver,
será acrescentada nesse espaço.
A coluna citou o empenho (nº 2019NE00005) de 26/12/2019 e solicitou, para fins de reportagem:
1- se o valor da emenda, de R$ 300 mil teve como aplicação a compra de cestas básicas para
entregar à população;
2- quantas foram compradas, por qual valor, onde e quando foram entregues e por quem?
3- qual tipo e número de processo de compra das cestas básicas;
4- cópia digital do processo de compra.
Vice-governador
À Antena Ligada o vice-governador disse que participou durante todo o ano de entregas de kits para
hospitais, educação, segurança pública e muitos outros que são frutos de emendas parlamentares.
“Participei na representação do Governo, independente de quem seja o deputado. Lei sendo meu
filho ou não, ele é deputado, foi eleito, constituído pelo povo da mesma forma que os outros 23.
Não estou proibido de ir em nada que ele ou outro deputado fizer, ou de outra atitude pública do
Governo. Eu sou vice-governador, estou em pleno exercício”, disse.

você pode gostar também