Eleição do Conselho Tutelar de Araguaína tem 28 mil votos; conheça os 10 aprovados

Eleição do Conselho Tutelar de Araguaína tem 28 mil
votos; conheça os 10 aprovados
Entre os mais votados, que devem assumir o cargo de titular, estão: Fernando de Jesus, Adriana Morais, Renata Rego, Luciana
Santos, Fabiane, Thallita, Karlla Jordana, Jorge Eduardo, Erika e Samuel.
Da Redação e Ascom da Prefeitura
Moradores de Araguaína foram às urnas neste fim de semana para a seleção dos conselheiros tutelares para o quadriênio de 2020
a 2023. Os aprovados serão empossados no próximo dia 10 de janeiro de 2020, sendo 10 titulares e 10 suplentes. O processo
contou com a participação de 46 candidatos. Os 10 primeiros mais votados devem assumir o cargo de titular. Do 1º ao 5º estão:
Fernando de Jesus, com 2.188 votos (7,71%), Adriana Morais, com 1.493 (5,26%), Renata Rego, com 1438 (5,07), Luciana
Santos, com 1391 (4,90%) e Fabiane, com 1312 (4,62%). O 1º lugar, Fernando de Jesus, esteve como suplente no último
mandato. Já Adriana, Renata e Fabiane foram reeleitas como titulares.
Do 6º ao 10º mais votados foram eleitos os candidatos Thallita Marinho, com 1298 votos (4,57%), Karlla Jordana, com 1255
(4,42%), Jorge Eduardo, 1002 (3,53%), Erika Amaral, com 946 (3,33%) e Samuel Oliveira, com 865 (3,53%). O conselheiro
tutelar eleito terá o mandato referente ao quadriênio 2020/2023 com salário mensal de R$ 2.184,90, com carga horário de 40
horas semanais e dedicação exclusiva. O processo seletivo está previsto para finalizar em 20 de dezembro deste ano, com a
Reprodução

publicação no Diário Oficial da nomeação dos conselheiros. A diplomação e posse dos eleitos está prevista para 10 de janeiro de
2020.
Suplentes
Do 11º ao 20º mais votados foram eleitos os candidatos que serão suplentes. Entre eles estão: Raimundo Cardoso, com 860 votos
(3,03%), Lígia Cristina com 841 (2,96%), Tauane Soares (2,86%), Geovane Carvalho (2,84%), Jonas Araújo, com 786 (2,77),
Leila Vitor, com 688 (2,42%), Mauricio Martins, com 685 (2,41%), Miss Arisneide, com 667 (2,35%), Patrícia Araújo, com 666
(2,35%), Sandra do Raizal, com 622 (2,19%) e Wanessa Pinheiro, com 622 (2,19%).
Segundo a diretora de Proteção Básica do Município e vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do
Adolescente de Araguaína (CMDCA), Eidila Augusta Mesquita, as eleições tiveram participação consciente da população. “Não
houve denúncia de boca de urna, foi uma votação calma e exemplar”, afirmou.
Sobre as vagas
O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado de zelar pelo atendimento da criança e do
adolescente com direito ameaçado ou violado. No Município de Araguaína existem dois conselhos tutelares, com área de
competência correspondente a cada uma das duas regionais administrativas, cada qual cinco membros titulares, perfazendo um
total de 10 membros.
Cronograma da Eleição
06 a 09/10 – Interposição de Recursos contra a Votação e Apuração;
30/10 – Publicação da homologando do resultado definitivo do processo e proclamação dos eleitos;
Novembro – Formação básica aos conselheiros tutelares eleitos e suplentes (44 horas);
20/12 – Publicação no Diário Oficial e afixação no mural do CMDCA da nomeação dos conselheiros;
10/01/2020 – Diplomação e posse dos eleitos

você pode gostar também