EXÉRCITO REALIZA SOLENIDADE DE MATRÍCULA DOS FUTUROS OFICIAIS DA RESERVA ORIUNDOS DO ESTADO DE TOCANTINS. 

A Solenidade de Matrícula da III Turma do Núcleo de Preparação da Reserva (NPOR) do 22° Batalhão de Infantaria (22° BI) – Batalhão Tocantins ocorreu na segunda-feira, 17, nas instalações da Organização Militar. Vinte novos alunos, selecionados em rigoroso processo realizado entre os jovens alistados na Guarnição de Palmas, foram matriculados no Curso de Formação de Oficiais do corrente ano. O curso terá a duração de aproximadamente dez meses, realizado no período de fevereiro a novembro de 2020 e, após a conclusão com aproveitamento, os concludentes serão declarados Aspirantes a Oficial da Reserva do Exército Brasileiro. Os novos alunos realizaram a entrada solene pelo Portão das Armas do 22o BI, simbolizando a incorporação ao efetivo do Exército Brasileiro. Após serem apresentados ao Tenente- Coronel Carlos Gabriel Brusch Nascimento, Comandante do Batalhão e Diretor de Ensino, receberam as boas-vindas e votos de sucesso na nova e importante etapa de suas vidas. Na segunda parte da solenidade, realizada no pátio de formaturas do Batalhão Tocantins, os familiares tiveram a oportunidade de vê-los fardados pela primeira vez e, posteriormente, realizaram a entrega a eles das insígnias de Aluno do NPOR. A atividade foi concluída com a realização da Aula Inaugural do Curso, ministrada pelo Major Francisco Leonardo de Souza Queiroz, Instrutor-Chefe do NPOR/22o BI. O evento contou com a presença de autoridades civis e militares do Estado do Tocantins, e familiares e convidados dos jovens selecionados. 

NPOR 

O Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva é responsável pela formação básica, moral, física e técnico profissional do Oficial Subalterno da 2a Classe da Reserva, habilitando-o ao desempenho de funções de comando das frações elementares da tropa, tanto em situações de guerra quanto em situações de paz. A cidade de Palmas, capital do Tocantins, foi escolhida como sede desse importante Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva, o qual possui as suas raízes na Primeira Guerra Mundial, período em que foi percebida a necessidade de reservas prontamente mobilizáveis que possuíssem um conhecimento prévio sobre as peculiaridades da caserna. Com esse propósito, o Governo Brasileiro criou, em 1922, o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) no Rio de Janeiro, embrião da criação de outros Centros e Núcleos espalhados por todo território Nacional. 

Relações com a Imprensa 22o Batalhão de Infantaria Oficial de Comunicação Social Capitão Lima (63)98445-0973 E-mail: [email protected] 

CARLOS GABRIEL BRUSCH NASCIMENTO –Tenente Coronel Comandante do 22o Batalhão de Infantaria

você pode gostar também