Gaeco apreende documentos e computadores no Naturatins e apura suposto esquema criminoso

Gaeco apreende documentos e computadores no Naturatins e apura suposto esquema criminoso

Esquema seria operado por um grupo de quatro servidores.

É A VELHA CORRUPÇÃO NO GOVERNO DO TOCANTINS

Por Redação
13/03/2024 11h36 –

Operação do GAECO no Naturatins.

Notícias do Tocantins – O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Tocantins (MPTO) deflagrou, nesta quarta-feira (13/3), uma operação para o cumprimento de mandado de busca e apreensão na sede do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), em Palmas.

A operação visa apreender documentos, computadores e outros dispositivos eletrônicos e objetos, reunindo provas para uma investigação em curso, que apura um suposto esquema criminoso que operava dentro do órgão ambiental. As investigações concentram-se em um grupo de quatro servidores públicos.

No âmbito do Ministério Público, as investigações são conduzidas em conjunto pela 9ª Promotoria de Justiça da Capital (da área de defesa do patrimônio público) e pela 2ª Promotoria Criminal.

A investigação apura a prática de crimes contra a administração, como falsidade ideológica, associação criminosa, advocacia administrativa, dentre outros.

A operação Astreia conta com o apoio da Polícia Civil e Polícia Científica.

Comentários
você pode gostar também