Preso na operação da PF estava prestes a disputar eleição pelo PSDB Arthur Pinheiro Machado planejava ser deputado federal


Preso na operação da PF estava prestes a disputar eleição pelo PSDB
Arthur Pinheiro Machado planejava ser deputado federal
Por Gabriel Mascarenhas
access_time13 abr 2018, 16h04
more_horiz

Faltou combinar com eles (Vagner Rosário/VEJA.com)

O empresário Arthur Pinheiro Machado, preso na quinta (12) pela Polícia Federal por participar de um esquema de fraudes em fundos de pensão, estava interessado em ocupar uma cadeira na Câmara, um lugar onde sobram pessoas com índole semelhante à dele.

Machado compareceu a um evento do PSDB em Brasília, no final do ano passado. Na ocasião, ele garantia que já havia conversado com Geraldo Alckmin e que o então governador era um entusiasta de sua candidatura pelo partido.

Faltou combinar com a PF…

você pode gostar também