Wanderlei promove mais de 700 PMs e pretende extinguir cargo de soldado 2ª Classe

21 DE ABRIL

Wanderlei promove mais de 700 PMs e pretende extinguir cargo de soldado 2ª Classe

Nova graduação foi criada recentemente pelo ex-governador Carlesse.


21/04/2022 10h55 – Atualizado há 23 horas

Governador promove mais de 700 policiais militares

O Dia de Tiradentes, patrono cívico da nação, foi comemorado nesta quarta-feira (20) pela Polícia Militar do Tocantins, em Palmas, e contou com promoções e formatura de Sargentos e Praças da corporação.  A cerimônia em alusão ao Dia 21 de Abril é historicamente celebrada pela PMTO.

Em uma cerimônia repleta de simbolismo e tradição, a polícia realizou a formatura dos alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos e do Curso de Aperfeiçoamento de Praças da corporação. Com 380 horas/aulas, o Curso de Sargento contou com a formação de 50 policiais, sendo três subtenentes e 47 primeiros sargentos. Já o Curso de Praças, com 290 horas/aulas, teve a participação de 40 cabos da Polícia Militar.

Coordenados pela Academia Policial Militar Tiradentes, os cursos fazem parte do projeto de aperfeiçoamento técnico profissional da corporação, que visa melhorar o serviço prestado à comunidade e também serve como requisito para ascensão profissional do policial.

Durante a solenidade, o governador Wanderlei Barbosa assinou o ato de promoção de 720 Praças e de 17 Oficiais da Polícia Militar. “É uma satisfação para nós sabermos que os senhores estão crescendo em suas funções e estão sendo promovidos como prevê a legislação”, frisou.

Como ocorre tradicionalmente na PMTO, os policiais promovidos na carreira receberam as novas insígnias. Neste ano, 720 praças policiais militares ascendem aos postos de cabo, sargento e subtenente, e 17 militares do quadro de oficiais receberam as novas insígnias de Tenente-coronel, Major, Capitão e Tenente.

Segundo a legislação, a promoção é o ato administrativo de reconhecimento do mérito e da habilitação do policial militar para o exercício de posto ou graduação superior mediante preenchimento das vagas existentes, de forma seletiva, gradual e sucessiva.

O comandante geral da PM, coronel Júlio Manoel Silva Neto, afirmou que o 21 de abril é um marco para a história brasileira por representar a luta pela independência. “Isso serve de inspiração para nós, policiais militares, que continuamos a garantir a ordem e o progresso da nossa nação, bem como, para servir e proteger a nossa sociedade tocantinense”, ressaltou.

SOLDADO 2ª CLASSE

O governador afirmou que é necessário facilitar as promoções e para isso determinou estudos para acabar com o soldado de segunda classe, uma graduação criada recentemente na gestão do ex-governador Mauro Carlesse“Não vamos aceitar mais uma função para dificultar a vida dos militares. É isso que queremos para os nossos militares e para os nossos servidores públicos”, finalizou.

Após se tornar Soldado 2ª Classe, o militar deverá permanecer 36 (trinta e seis) meses nessa graduação, para fazer jus à graduação de Soldado 1ª Classe.

Já o Soldado 1ª Classe, para fazer juz à graduação de Cabo, deverá permanecer 60 meses como Soldado 1ª Classe e depois, mais 48 meses como Cabo, para fazer jus à graduação de 3º Sargento. Em resumo, o militar, iniciando na condição de Aluno-Soldado, para sair do primeiro escalão da carreira militar no Tocantins – que inclui os Soldados 1ª e 2ª Classe, além do Cabo – e alcançar a graduação de 3º Sargento, levará no mínimo, 12 anos e 6 meses.

Solenidade de formatura de Cabos e Sargentos da PMTO

você pode gostar também