Casamento real 2018: Príncipe Harry e Meghan Markle dizem “sim” em Windsor

CASAMENTO REAL

Casamento real 2018: Príncipe Harry e Meghan Markle dizem “sim” em Windsor

da Universa

19/05/2018 08h49

O príncipe Harry e a atriz Meghan Markle subiram ao altar neste sábado (19), na capela de São Jorge, dentro do castelo de Windsor, na Inglaterra.

A noiva entrou na igreja em um longo assinado por Clare Waight Keller e ostentando a tiara de rainha Mary, emprestada por Elizabeth 2ª, enquanto o noivo usou sua farda de Capitão General da Marinha Real, seguindo a tradição para a data.

[ x ]

Veja também

O responsável por acompanhar Meghan até Harry foi o príncipe Charles, pai do noivo. George e Charlotte conduziram o restante dos pajens e daminhas durante a caminhada. Entre eles estavam Florence van Cutsem, 3, e Zalie Warren, 2, afilhadas de Harry; Remi e Rylan Litt, de 6 e 7 anos, afilhadas de Meghan; e Ivy Mulroney, 4, filha de sua amiga Jessica Mulroney.

Do lado dos meninos, os filhos de Jessica, Brian e John Mulroney, ambos de 7 anos, e o afilhado de Harry, Jasper Dyer, de 6, acompanharão o príncipe George. O príncipe Louis, nascido em abril, ficou em casa.

A rainha, última a chegar para a celebração como manda o protocolo, vestiu uma combinação destacada de verde-limão com detalhe em flor roxa no chapéu.

Ela também marcou o dia dando de presente aos noivos um novo título: duque e duquesa de Sussex; como a agora ex-atriz passa a ser conhecida oficialmente.

Discretos, William e Kate apoiaram o novo casal — ele, no papel de padrinho, enquanto ela, orientava as crianças para o cerimonial.

A tiara

Meghan não usou a “Spencer tiara“, a relíquia de família com que sua sogra, a princesa Diana, se casou com o Príncipe Charles, em 1981. “A peça não voltou a ser usada em público desde a morte de Diana, mas a família Spencer estaria considerando emprestá-la”, afirmou uma fonte da empresa de etiqueta londrina Debrett à “Marie Claire” britânica.

No entanto, a duquesa optou por uma tiara que representa a herança da família real: a peça em diamantes pertenceu à rainha Mary, avó de Elizabeth 2ª, e foi feita em 1932.

Kensington Palace

@KensingtonRoyal

Ms. Markle expressed the wish of having all 53 countries of the Commonwealth with her on her journey through the ceremony. Ms. Waight Keller designed a veil representing the distinctive flora of each Commonwealth country united in one spectacular floral composition.

Kensington Palace

@KensingtonRoyal

The veil is held in place by Queen Mary’s diamond bandeau tiara, lent to Ms. Markle by The Queen. The diamond bandeau is English and was made in 1932, with the entre brooch dating from 1893.

A cerimônia

O bispo episcopaliano — fé do pai de Meghan, Thomas Markle — Michael Bruce Curry ao lado do Arcebispo de Canterbury, Justin Welby, membro superior do clero da Igreja Anglicana, oficializaram a união do casal.

A principal leitura da Bíblia foi conduzida por uma das irmãs da princesa Diana, Lady Jane Fellowes, como forma de homenageá-la no dia do casamento do filho.

A decoração da capela

A florista Philippa Craddock, reconhecida por seu trabalho em casamentos como de personalidades da Spice Girl Geri Halliwell, foi a responsável pelos arranjos. Eles levaram folhagens do The Crown Estate e Windsor Great Park, duas importantes propriedades da coroa, e tiveram plantas sazonais como galhos de faia, vidoeiro e choupos, além de rosas brancas de jardim, peônias e dedaleiras.

Philippa já havia explicado em suas redes sociais que a decoração priorizou a sustentabilidade, fazendo uso de plantas polinizadoras de flores silvestres.

Os famosos que passaram por lá

Entre as celebridades que marcaram sua presença no casamento real estão a atriz Priyanka  Chopra, uma das melhores amigas de Meghan, a apresentadora Oprah Winfrey, a tenista Serena Williams, o cantor Elton John, que chegou a cancelar algumas datas de sua turnê especialmente para a ocasião, o ex-jogador David Beckham e a estilista Victoria Beckham, amigos do noivo, além de alguns nomes do elenco de “Suits”, próximos à noiva.

A música

O casamento ainda contou com uma orquestra, composta por músicos da BBC, além do coral da capela de São Jorge e do violoncelista Sheku Kanneh-Mason.

O primeiro beijo dos recém-casados

O tradicional beijo na sacada — como os dos casamentos de Kate Middleton com o príncipe William e da princesa Diana e com o príncipe Charles — não aconteceu entre Harry e Meghan.

Mas não é por falta de paixão: tanto o príncipe e a princesa de Gales quanto o duque e a duquesa de Cambridge subiram ao altar na Abadia de Westminster, em Londres, e de lá seguiram para a varanda do palácio de Buckingham para saudar o público.

Como o novo casal real se casou em Windsor, o primeiro beijo como marido e mulher aconteceu nos degraus da capela de São Jorge, ao fim da cerimônia.

Esta não é a primeira vez que o protocolo desse ritual é quebrado: em 2011, Kate e William deram dois beijos na sacada do palácio, deixando para trás o costumeiro selinho único.

A procissão por Windsor saudando o público

Após uma hora de cerimônia, às 13h, Harry e Meghan deixaram a capela e fizeram uma procissão pela cidade de Windsor por 25 minutos em uma carruagem. A escolhida foi a Ascot Landau, a mesma usada por Charles e Diana, além de William e Kate, após seus casamentos.

você pode gostar também