Delegado diz que Azeredo vai se entregar para a Polícia Civil

 

Delegado diz que Azeredo vai se entregar para a Polícia Civil

Ex-governador é considerado foragido pela Polícia Civil; defesa quer ‘mínimo de constrangimento’

POR FÁBIO CORRÊA

Azeredo, ex-governador de MG: acusado de desviar R$ 3,5 milhões – Gustavo Miranda / Agência O Globo /21-09-2004

BELO HORIZONTE — De acordo com o delegado Carlos Capistrano, o ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSBD) está negociando as últimas tratativas para se entregar às autoridades. A juíza de execução penal do caso determinou que o político se entregue à Polícia Civil e fique preso em um batalhão do Corpo de Bombeiros. A expectativa é de que isso ocorra na tarde desta quarta-feira.

No momento, o tucano é considerado foragido pela Polícia Civil, que faz buscas desde a manhã desta quarta-feira para cumprir um mandado prisão expedido na noite da última terça-feira.

LEIA: Polícia Civil diz que Azeredo é considerado foragido

A expectativa é de que Azeredo se entregue ainda hoje. No momento, não está definido o local onde o ex-deputado se apresentará, mas a expectativa é de que seja em uma delegacia. Logo depois, porém, o destino é certo: um batalhão do Corpo de Bombeiros, que foi determinado pela juíza de execução penal.

VEJA TAMBÉM: Revelado pelo GLOBO em 2005, ‘mensalão tucano’ começou em 1998

Durante as negociaçoes, a defesa de Azeredo teria dito que o objetivo é que não haja constrangimento ao político e esse seria um dos motivos para que não seja revelado o local onde o tucano se apresentará.

LEIA: Alckmin diz que PSDB ‘respeita decisão judicial’ e não ‘acampa na frente de penitenciária’

— Não vamos divulgar mais informações. Os advogados querem que haja o mínimo de constrangimento — disse o delegado.

Na última terça-feira Azeredo teve negados seus embargos declaratórios por unanimidade da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG). Ele também teve seu pedido pela espera de um acórdão para a emissão de sua prisão negado no mesmo dia, dessa vez por quatro votos a um.

ANÁLISE: Prisão de Azeredo aumenta fardo de candidatura de Alckmin

Azeredo foi condenado por desvios de cerca de R$ 3,5 milhões de estatais mineiras para caixa 2 da campanha à reeleição ao estado em 1998. A defesa do ex-governador nega o envolvimento dele nos crimes.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/delegado-diz-que-azeredo-vai-se-entregar-para-policia-civil-22708512#ixzz5GLFJPs17
stest

você pode gostar também